Última hora

Última hora

Lucros da EADS voam alto

Em leitura:

Lucros da EADS voam alto

Tamanho do texto Aa Aa

Duas semanas depois do primeiro voo do A380, a EADS vê os números levantarem voo. Os lucros da casa-mãe da Airbus subiram em flecha no primeiro trimestre deste ano, graças à subida das vendas e das encomendas da construtora aeronáutica europeia.

Para este ano, a Airbus manteve as previsões de vendas em alta. Philippe Camus, presidente francês da EADS, prevê um futuro risonho. “Mantivemos um alto nível de investimento. Graças à optimização industrial, à redução de custos, às encomendas e ao investimento, conseguimos uma base sólida para construir”, disse. O grupo teve um resultado líquido de 328 milhões de euros, depois de 49 milhões no mesmo período do ano passado. O actual livro de encomendas representa nove mil milhões de euros, também em forte alta em relação ao ano passado. A facturação subiu para os sete mil milhões de euros. A EADS é um consórcio de grupos estatais e privados de França, Alemanha e Espanha. É accionista de 80% da Airbus. Os outros 20% pertencem à britânica BAE Systems. O novo A380 está a engrossar o livro de encomendas da Airbus, tal como o A350. No entanto, a arqui-rival Boeing tem vindo a recuperar. A Airbus ultrapassou pela primeira vez a rival norte-americana, em termos de entregas, em 2003. Este ano vai ser de mudanças no topo da hierarquia da EADS, com Philippe Camus a ser substituído pelo actual presidente da Airbus, Noël Forgeard.