Última hora

Última hora

ONU "Petróleo por Alimentos": políticos europeus acusados

Em leitura:

ONU "Petróleo por Alimentos": políticos europeus acusados

Tamanho do texto Aa Aa

Um político francês e outro britânico foram acusados de envolvimento no escândalo do programa “Petróleo por Alimentos” da ONU, relativo ao Iraque de Saddam Hussein.

A comissão senatorial norte-americana que investiga o caso publicou um relatório no qual afirma ter provas contra um antigo ministro gaulês. Charles Pasqua, responsável pela pasta da Defesa nos anos 80 e 90, é acusado de ter recebido vales de 11 milhões de barris de petróleo iraquiano. O político da direita gaulista refuta as acusações e diz nunca ter recebido qualquer tipo de suborno da parte do regime de Saddam Hussein. Um discurso semelhante ao do deputado britânico Charles Galloway, que se afastou do partido trabalhista por discordar da guerra no Iraque. O antigo membro do partido de Tony Blair é acusado de ter recebido vales de vinte milhões de barris de crude. Em vigor entre 1996 e 2003, o programa criado pela ONU pretendia atenuar os efeitos das sanções internacionais ao regime de Bgadade junto da população iraquiana. Graças aos subornos, o círculo próximo de Saddam Hussein enriqueceu-se com a venda de petróleo à margem do programa.