Última hora

Última hora

Polónia recebe III Cimeira do Conselho da Europa

Em leitura:

Polónia recebe III Cimeira do Conselho da Europa

Tamanho do texto Aa Aa

“As rivalidades entre o Conselho da Europa e a União Europeia não têm razão de ser”, declarações do presidente em exercício da União durante a terceira cimeira desta organização que, afirma Jean Claude Junker, tem um papel fundamental na “salvaguarda dos direitos do Homem e nas acções culturais e normativas na Europa”.

Depois do alargamento a Vinte e Cinco, a União Europeia passou a ser maioritária entre os 46 Estados que formam o Conselho da Europa. O primeiro-ministro português, José Sócrates, marcou presença na reunião em Varsóvia à qual também não faltou o presidente ucraniano Victor Yushenko. Aliás,do Cabo da Roca aos Urais, só a Bielorrússia não faz parte do Conselho da Europa, uma situação sublinhada por Valdas Adamkus, presidente dum país vizinho, a Lituânia. O regime de Alexandre Loukachenko é considerado autoritário, por isso a antiga república soviética não tem assento no Conselho. O Conselho da Europa atravessa, neste momento, uma crise de afirmação face à União Europeia e à OSCE como o atestam as ausências de peso nesta cimeira na Polónia.