Última hora

Última hora

Bruxelas ameaça com quotas nas t-shirts se Pequim não reduzir exportações

Em leitura:

Bruxelas ameaça com quotas nas t-shirts se Pequim não reduzir exportações

Tamanho do texto Aa Aa

A China pode estar em maus lençóis, por causa dos têxteis. A Comissão Europeia já fez contas às importações: pelo menos em duas das nove categorias analisadas houve grandes aumentos. Assim, Bruxelas promete avançar para uma consulta formal com Pequim, na OMC – o que significará a reimposição de quotas à importação.

O comissário Peter Mandelson apresenta as contas: “Nesta duas categorias de produtos, o volume de importações da China, nos primeiros meses do ano, aumentou 187% nas t-shirts e 56% no fio de linho, em relação a igual período de 2004.” Assim que o pedido de consulta formal der entrada na OMC, a China deve limitar as suas exportações, de acordo com a cláusula assinada quando entrou na Organização Mundial de Comércio. Senão, é Bruxelas que impõe restrições. Voluntárias ou impostas, as limitações deverão estar em vigor já no próximo mês.