Última hora

Última hora

Airbus-Boeing: Europa quer continuar a negociar com EUA

Em leitura:

Airbus-Boeing: Europa quer continuar a negociar com EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Mais uma hipótese para o Airbus A350. É o que pretende o comissário para o Comércio, que não quer recorrer à OMC, preferindo continuar a negociar com os Estados Unidos. Em causa estão as subvenções europeias à Airbus – e concretamente ao mais recente A350 -, e as ajudas norte-americanos ao Boeing, e ao novo 787 DreamLiner.

Peter Mandelson foi claro: “A União Europeia continua disponível para negociar um acordo equilibrado para a redução e eventual eliminação dos subsídios à produção aeronáutica civil em série. Levar o caso para a Organização Mundial do Comércio, na minha opinião, não é apropriado.” Tanto os europeus como os americanos subvencionam a produção dos respectivos aviões. A Europa fá-lo antes da construção, os Estados Unidos intervêm quando os modelos já estão no mercado. Mas cada um dos blocos exige ao outro que acabe com as ajudas públicas, ameaçando apresentar queixa na OMC.