Última hora

Última hora

SPD de Schroeder perde terreno na Renânia do Norte Vestefália

Em leitura:

SPD de Schroeder perde terreno na Renânia do Norte Vestefália

Tamanho do texto Aa Aa

Os sociais-democratas, no poder na Alemanha, podem estar a um passo de perder as eleições regionais no seu mais importante feudo há décadas: o “lande” da Renânia do Norte Vestefália. O escrutínio realiza-se no domingo.

O partido do chanceler Gerhard Schroeder tenta tudo para manter este bastião com mais de 13 milhões de eleitores, que há 39 anos vota SPD. Estas regionais servirão como barómetro antecipado para as eleições gerais dentro de ano e meio. O candidato do governo é o actual primeiro-ministro regional, Peer Steinbrueck. Um quinto dos eleitores alemães habita neste “lande”, onde governa uma coligação entre o SPD e os Verdes, tal como no plano federal. Os sociais-democratas hoje não governam mais de seis “landes” contra 11 em 1999. A histórica região industrial da Alemanha tende, de acordo com sondagens, para a CDU, União Democrata Cristã, com 44 por cento das intenções de voto. Trinta e cinco por cento vão para a SPD e 9 por cento para os Verdes. A CDU leva às eleições Jurgen Ruttgers, que não goza de grande popularidade a nível de imagem política, mas que se oferece como alternativa ao SPD incapaz de resolver questões preementes, como o desemprego na região, que ultrapassa um milhão de pessoas em idade activa.