Última hora

Última hora

Eleições legislativas históricas no Líbano realizam-se neste domingo

Em leitura:

Eleições legislativas históricas no Líbano realizam-se neste domingo

Tamanho do texto Aa Aa

No Líbano começam amanhã as primeiras eleições legislativas depois da retirada síria. O escrutínio, que vai desenrolar-se sob o olhar atento de observadores internacionais, reparte-se por quatro domingos consecutivos. Em liça estão 128 assentos.

A oposição, que se uniu a seguir ao homicídio de Rafic Hariri, em Fevereiro, foi incapaz de apresentar uma frente comum. O filho do antigo primeiro-ministro, Saad Hariri, está certo de ganhar na região da capital. Aliás, nove dos 19 deputados que Beirute elege têm já a vitória assegurada devido à falta de concorrência nas respectivas circunscrições. Ainda assim o jovem Hariri apela à mobilização. O líder druzo Walid Joumblat também já assegurou a sua presença no próximo parlamento, pela mesma razão. De acordo com o ministério do Interior no total são 17 os lugares que já estão preenchidos antes da realização do escrutínio. O dirigente cristão, o general Michel Aoun, que regressou do exílio após a retirada síria, não aceitou um acordo com os restantes líderes da oposição, pelo que se apresenta sozinho numa circunscrição a norte da capital. As eleições legislativas são um reflexo do mosaico religioso do País do Cedro. No total contam-se perto de três milhões de eleitores e aguarda-se uma elevada taxa de participação. Mas os líbaneses ficaram desiludidos com a campanha que não abordou a reforma do sistema político, criado sob tutela síria.