Última hora

Última hora

Atentado mata ex-líder comunista libanês

Em leitura:

Atentado mata ex-líder comunista libanês

Tamanho do texto Aa Aa

No Líbano, mais um dirigente político foi assassinado. A explosão de um carro armadilhado, em Wata Moussaytbeh, na parte oeste da cidade de Beirute, provocou a morte ao antigo líder do partido comunista libanês, George Hawi.

Segundo testemunhas, Hawi teve morte imediata, com a explosão do engenho colocado na sua viatura pessoal. Figura da luta contra a influência de Damasco no Líbano, Hawi é a segunda vítima de atentados este mês em Beirute. No passado dia 2 de Junho, Samir Kassir, jornalista e personalidade política da esquerda anti-síria, tinha sido morto em condições similares. Este é o terceiro atentado político no Líbano desde Fevereiro, altura em que Rafik Hariri, o antigo primeiro-ministro, foi assassinado. Um acto que provocou fortes movimentos de protesto contra a presença síria em território libanês. Uma crise que levou à partida de 12 mil soldados sírios, que permaneciam no país desde os anos 70. Damasco desmentiu sempre a sua implicação nos assassinatos de Hariri e Kassir.Este atentado surge dois dias depois das eleições que deram a vitória à oposição liderada por Saad Hariri, o filho do ex-primeiro-ministro assasinado.