Última hora

Última hora

Ibaretxe reeleito no País Basco graças a voto de braço político da ETA

Em leitura:

Ibaretxe reeleito no País Basco graças a voto de braço político da ETA

Tamanho do texto Aa Aa

O nacionalista moderado Juan José Ibaretxe conseguiu a reeleição para o cargo de presidente do governo autónomo basco. Pela terceira vez consecutiva, Ibaretxe vai liderar os destinos do País Basco espanhol. A reeleição, sem ser surpresa, apenas foi possível graças aos dois votos do Partido Comunista Terras Bascas – grupo de esquerda radical, herdeiro do ilegalizado Batasuna – o que permitiu afastar os socialistas do poder. Os restantes sete deputados do Terras Bascas abstiveram-se.

Desta vez, Ibaretxe vai ter governar numa coligação tripartida, ou seja, a sua formação, o Partido Nacionalista Basco, divide o poder com os nacionalistas moderados e a esquerda unida, antigos comunistas. O primeiro-ministro espanhol, o socialista José Luís Rodriguez Zapatero, não quis comentar esta reeleição, numa altura em que o debate político nacional se centra no facto de o governo ter convidado a ETA a dialogar caso renuncie às armas. Uma proposta que desagradou a muita gente. Mas o porta-voz do Partido Popular, afirmou que “os amigos dos terroristas, que Zapatero deixou entrar no parlamento, elegeram o presidente do governo regional. Agora as coisas vão complicar-se”. As coisas complicam-se porque os comunistas do Terras Bascas são os mesmos do ilegalizado Batasuna, braço político da ETA, que puderam entrar no parlamento basco depois da abertura do governo ao diálogo com o grupo terrorista.