Última hora

Última hora

Bulgária: Socialistas favoritos nas legislativas de hoje

Em leitura:

Bulgária: Socialistas favoritos nas legislativas de hoje

Tamanho do texto Aa Aa

Seis milhões e 750 mil eleitores búlgaros são chamados hoje às urnas para eleições legislativas. A verificarem-se as sondagens, a Bulgária vai punir o actual executivo, apesar dos excelentes resultados económicos.

Os favoritos, de acordo com as sondagens, são os socialistas, herdeiros dos comunistas. Liderados por Serguei Stanichev, os socialistas prometem aumentar os salários da função pública e investir nos serviços públicos. Promessas que os analistas consideram arriscadas e ameaçadoras para as reformas encetadas com vista à adesão à União Europeia. Os eleitores preparam-se para punir o primeiro-ministro, o antigo rei Simeão da Saxónia Coburgo Gotta, que não cumpriu a promessa de trazer a prosperidade a todos os búlgaros neste mandato. A Bulgária continua a ser um dos países europeus mais pobres, apesar do forte crescimento económico e da redução do desemprego. O país aderiu à NATO e deverá entrar na União Europeia em 2007. Esta será a principal tarefa do futuro governo que, segundo as sondagens, será de coligação pois nenhum partido parece creditado com os votos necessários à maioria.