Última hora

Em leitura:

Ultra-conservador vence presidenciais no Irão


mundo

Ultra-conservador vence presidenciais no Irão

A vitória do candidato ultra-conservador nas presidenciais iranianas é vista como um “Tsunami” que vai transformar a face do Irão e radicalizar as relações com o Ocidente.

Até agora presidente da câmara de Teerão, Mahmud Ahmadinejad tornou-se presidente da republica islâmica com 61,7% dos votos numa taxa de participação de 56%. O departamento de Estado norte-americano reagiu a estes resultados considerando “haver um desfasamento em relação à tendência de democratização que se vive na região” No campo de Akbar Hachémi Rafsandjani já se reconheceu a derrota. Os apoiantes do candidato moderado falam, no entanto, de irregularidades e intimidação de eleitores por parte de órgãos fundamentalistas. A vitória de Ahmadinejad, figura que defende a moralidade do país, pode levar a um retrocesso nas reformas e a um endurecimento das políticas interna e externa do Irão. Entretanto, o guia supremo, o ayatollah Ali Khamenei, proibiu apoiantes dos dois candidatos de celebrarem a vitória nas ruas, para evitar violência.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Blair fixa objectivos para presidência da União mas expectativas são mínimas