Última hora

Última hora

Schroeder viaja a Washington com mais ambição que poder negocial

Em leitura:

Schroeder viaja a Washington com mais ambição que poder negocial

Tamanho do texto Aa Aa

O estigma da “velha Europa” promete pesar sobre as ambições de Gerhard Schroeder, que aterrou esta manhã em Washington.

O Chanceler alemão vai reunir-se com o presidente George W. Bush para, entre outros temas, tentar uma vez mais obter o apoio dos Estados Unidos à entrada da Alemanha no Conselho de Segurança da ONU. Washington não esconde a sua renitência sobre a reforma da instituição, nomeadamente no que diz respeito ao alargamento do Conselho de Segurança dos actuais 15 para 25 membros, aprovando apenas a entrada do Japão. A posição de Berlim durante a guerra no Iraque ameaça ainda reduzir o poder negocial de Schroeder. O Chanceler encontra-se fragilizado, a nível europeu, pelo fracasso das negociações sobre a Constituição e o orçamento da União, e a nível nacional, pelos elevados índices de impopularidade para as eleições de Setembro. O encontro ocorre a duas semanas da cimeira do G8, na localidade escocesa de Gleneagles, centrada no debate sobre o aquecimento global e a assistência ao continente africano. As condições de detenção dos mais de 500 prisioneiros de Guantanamo em Cuba, deverão também ser evocadas por Schroeder durante as reuniões marcadas para hoje.