Última hora

Última hora

Polícia de Israel autorizada a todos os meios para dispersar manifestantes

Em leitura:

Polícia de Israel autorizada a todos os meios para dispersar manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia israelita tomou as ordens à letra e utilizou de todos os meios julgados necessários para dispersar os ultranacionalistas judeus que bloqueavam uma das principais artérias de Jerusalém, como forma de protesto pela evacuação dos colonatos na Faixa de Gaza.

Perto de seis mil polícias foram destacados para restaurar a ordem; até ascrianças não foram poupadas à violência. Os mais radicais acabaram detidos. Todos protestam contra a evacuação dos colonatos onde vivem 8500 judeus, conforme o plano que começa a ser implementado em Agosto. Perto de Gush Katif, no sul de Gaza, os mais ousados ocuparam um edifício palestiniano. Um incidente que acabou com a detenção de nove dos manifestantes. Apesar de sondagens indicarem que a maioria dos israelitas é a favor da retirada, os mais extremistas, neste caso os ultraortodoxos e ultra-nacionalistas, opõem-se de forma categórica, reclamando o direito bíblico à terra palestina.