Última hora

Última hora

Primeiro-ministro britânico aposta alto na cimeira do G8

Em leitura:

Primeiro-ministro britânico aposta alto na cimeira do G8

Tamanho do texto Aa Aa

Tony Blair chegou a solo britânico (vindo directamente de Singapura) com a dura tarefa de presidir à Cimeira do G8 – ou dos sete mais ricos e a Rússia. A ambiciosa agenda de Blair visa combater a extrema pobreza de África com um planoque permita ao continente excluído dos benefícios da globalização vencer a essa armadilha.

Esta cruzada humanitária pela África constitui também uma tentativa do líder britânico de se reconciliar com a opinião pública, muito fria desde o início da guerra no Iraque. Depois do Live 8, com as suas estrelas pop internacionais e os dez concertos para “fazer a pobreza passar à história” e depois dos apelos de Blair aos dirigentes mundiais para responderem “ao imperativo moral” de dar a mão a África, mesmo um resultado pouco exuberante pode parecer uma derrota pessoal. Na capital da Escócia, a 70 quilómetros desta estância de luxo do campo de golfe onde os mais poderosos se reunem, o músico e activista irlandês Bob Geldof espera um milhão de pessoas para reforçar este pedido aos líderes do G8 para atenuarem a pobreza em África.