Última hora

Última hora

Ataques apanham Tony Blair em plena cimeira com líderes mundiais

Em leitura:

Ataques apanham Tony Blair em plena cimeira com líderes mundiais

Tamanho do texto Aa Aa

Os atraques desta manhã apanharam Tony Blair em plena cimeira do G8 em Gleneagles, na Escócia. Os líderes dos sete países mais industrializados do Mundo, mais a Russia, estão reunidos até sexta-feira com alguns convidados, entre os quais o presidente do Brasil, Lula da Silva. Tony Blair reagiu em nome de todos os presentes: “Esta é uma declaração em nome dos líderes do G8, mas também dos líderes dos cinco países que se juntaram a nós. É uma declaração unida e conjunta. Condenamos absolutamente estes ataques bárbaros e enviamos as nossas profundas condolências às famílias das vítimas. Todos os nossos países sofreram com o impacto do terrorismo. Os responsáveis por isto não têm qualquer respeito pela vida humana. Estamos unidos na nossa determinação de enfrentar e derrotar o terrorismo. Este ataque não é contra uma nação, mas contra todos os povos civilizados, em todo o lado. Não vamos deixar que a violência mude a nossa sociedade e os nossos valores, nem vamos deixar que isto pare os trabalhos da cimeira. Vamos continuar as nossas deliberações no interesse de um Mundo melhor. Nesta cimeira, os líderes mundiais estão a fazer esforços para combater a pobreza mundial e melhorar a vida humana. Quem perpetrou estes atentados quer destruír vidas humanas. Os terroristas não podem ter sucesso. As bombas de hoje não vão enfraquecer, de forma alguma, a nossa determinação em fazer prevalecer os princípios da nossa sociedade e derrotar todos aqueles que querem impor o fanatismo e o extremismo a todos nós. Nós vamos prevalecer; eles não”, disse o primeiro-ministro britânico.

Tony Blair já está em Londres, onde quer ver de perto o sucedido e falar com os principais resopnsáveis pela segurança. Blair deixou a cimeira de Gleneagles de helicóptero, pouco deopis desta declaração, mas promete regressar.