Última hora

Última hora

Luxemburgo aprova tratado constitucional europeu.

Em leitura:

Luxemburgo aprova tratado constitucional europeu.

Tamanho do texto Aa Aa

As expectactivas e incertezas eram grandes mas o “sim” acabou por prevalecer, conforme indicavam as últimas sondagens, realizadas há um mês.

No referendo deste Domingo, no Luxemburgo, cujas urnas encerraram às 14 horas locais, 56% dos eleitores votaram a favor do tratado constitucional europeu. 43% expressaram-se contra. Foi também um triunfo do primeiro-ministro luxemburguês Jean-Claude Juncker que, contra a vontade da maioria dos parceiros europeus, decidiu levar adiante a consulta popular. Recorde-se que a maior parte dos países do velho continente adiou o processo de ratificação até 2007 e muitos foram os líderes que apelaram para que o Luxemburgo fizesse o mesmo. Mas juncker seguiu o seu próprio caminho e venceu a aposta. O chefe de governo luxemburguês acredita que com este triunfo e pelo facto do Grão-Ducado ser um Estado fundador da União Europeia, o processo de ratificação do tratado constitucional pode estar estar relançado, não obstante a rejeição por parte da França e da Holanda, tambem países fundadores. O Luxemburgo é assim o décimo terceiro Estado membro a ratificar o tratado e o segundo a faze-lo por referendo, depois de Espanha. No entanto e necessária unanimidade por parte dos 25 países da UE, daí que as rejeições holandesa e francesa comprometam seriamente a entrada em vigor de um documento que foi elaborado com o objectivo de regular uma Europa alargada.