Última hora

Última hora

Grã-Bretanha: Onda de receio na comunidade muçulmana

Em leitura:

Grã-Bretanha: Onda de receio na comunidade muçulmana

Tamanho do texto Aa Aa

Desde o passado sábado, várias mesquitas têm sido vandalizadas por todo o Reino Unido. Londres, Merseyside, Leeds, Bristol, são algumas das cidades onde esta onda anti-islão se reflecte, com janelas destruídas nos locais de culto, escolas incendiadas ou apenas vandalizadas. Em Bradford, o consulado paquistanês foi também atacado.

Apesar dos líderes muçulmanos terem apelado à calma, e de receberem o apoio dos seus colegas cristãos, esta onda de violência para com a comunidade islâmica estende-se ao comércio onde algumas lojas têm conhecido a onda cega da vingança. Por isso, muitos dos estabelecimentos pertencentes à comunidade muçulmana estiveram, esta segunda-feira, encerrados como forma de protecção. Um proprietário afirma que, apesar de ter decidido abrir a sua loja, o negócio vai mal e a situação continua muito tensa, o que é terrível para os comerciantes. Charles Clarke, o ministro do Interior encontrou-se com os líderes da comunidade muçulmana britânica, logo após os atentados em Londres para definir medidas de protecção, mas a comunidade receia que as represálias se intensifiquem.