Última hora

Última hora

Nações Unidas discutem alargamento

Em leitura:

Nações Unidas discutem alargamento

Tamanho do texto Aa Aa

Começou, sob o signo da discórdia, a reunião da Assembleia Geral das Nações Unidas. O debate sobre o alargamento do Conselho de Segurança dos actuais 15 para 25 membros divide e, a complicar a situação, veio a proposta do G4 -Brasil, India, Alemanha e Japão – no sentido de se criarem seis novos assentos permanentes não dotados de direito de veto e quatro não parmanentes.

A resolução apresentada pelo Brasil foi criticada pelos restantes estados membros que acusam o G4 de querer servir os seus próprios interesses. Actualmente o Conselho de Segurança da ONU é composto por cinco membros permanentes com direito de veto, a China, Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e Rússia e mais dez países com mandatos de dois anos. Num grande “lobbie” para que a Alemanha faça parte do Conselho Permanente anda Gerhard Schroeder que quer aproveitar a onda de reformas preconizadas por Kofi Annan e que deverão ser adoptadas na cimeira de Setembro, em Nova Iorque. A União Africana reclama a entrada de dois países no Conselho de Segurança para que Africa possa estar representada mas exigem direito de veto, uma ambição que parece pouco realizável. .