Última hora

Última hora

Ex-patrão da WorldCom condenado a 25 anos de prisão

Em leitura:

Ex-patrão da WorldCom condenado a 25 anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo patrão da WorldCom vai passar uma grande temporada na prisão. Bernard Ebbers foi condenado a uma pena de cadeia de 25 anos, por um tribunal de Nova Iorque.

Ebbers, que conseguiu transformar a WorldCom de uma pequena empresa num dos maiores gigantes mundiais das telecomunicações, ouviu agora a sentença relativa à fraude que levou à falência do grupo em 2002. A fraude contabilística que Ebbers gerou levou a um buraco de 11 mil milhões de dólares, o equivalente hoje a cerca de 10 mil milhões de euros. Entre 2000 e 2002, Ebbers tinha dado ordens sucessivas para mascarar as contas da WorldCom com ointuito de inflaccionar a cotação na bolsa e, ao mesmo tempo, estimular as receitas, escondendo a dívida. A defesa vai pedir recurso ao ao tribunal de instãncia superior, devido aos 63 anos de Ebbers, ao estado de saúde frágil e, sobretudo, ao facto de ter doado 96 milhões de dólares a instituições de solidariedade.