Última hora

Última hora

Arquitecto da entrada do Reino Unido no Mercado Comum Europeu morreu

Em leitura:

Arquitecto da entrada do Reino Unido no Mercado Comum Europeu morreu

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu Edward Heath, antigo primeiro-ministro britânico, aos 89 anos. O que o torna parte da história moderna do Reino Unido foi o facto de ter negociado, em 1973, a entrada da Grã-Bretanha na Comunidade Económica Europeia.

Político conservador, Heath faleceu em casa, onde estava a receber assistência médica. Para além de ex-primeiro-ministro, Heath foi parlamentar da Câmara dos Comuns durante mais de 50 anos, foi eleito 14 vezes consecutivas para o cargo. Europeísta convicto, este antigo dirigente conservador viu concretizado o sonho de ver o Reino Unido entrar no mercado único europeu enquanto dirigia o governo. Nesses anos teve de fazer frente à crise económica e aos protestos dos sindicatos, que ajudaram à vitória do partido Trabalhista, em 74. Depois do mandato como primeiro-ministro, voltou a ser líder da oposição, até que foi afastado em 75 da frente do Partido Conservador por Margaret Tatcher, a quem sempre dirigiu duras críticas e nunca aceitou um cargo no seu gabinete. Heath, encorajado pela mãe, começou a aprender piano muito cedo e apaixonou-se pela música. Nunca casou, conduziu orquestras sinfónicas e escreveu um livro, “Música, um amor para a vida”.