Última hora

Última hora

É hora de contar os estragos provocados pelo Emily no México.

Em leitura:

É hora de contar os estragos provocados pelo Emily no México.

Tamanho do texto Aa Aa

O furacão atravessou a península de Yucatan, no leste do país. Deixou para trás muita destruição, mas os alertas e a evacuação de algumas áreas evitaram o pior.

E até mesmo os turistas entraram ao serviço ao ajudarem os residentes a recolocar tudo no lugar. De acordo com as autoridades, as medidas de prevenção evitaram o pior. Não houve vítimas entre os 50 mil turistas de férias na região. Há a lamentar a morte de uma pessoa – um cidadão alemão que sofreu uma descarga eléctrica ao preparar a casa contra o furacão. Dois pilotos de helicóptero também faleceram nas operações de resgate de trabalhadores das plataformas petrolíferas, que não foram afectadas. Os habitantes da região, agora que o pior passou, parecem conformados, dizem que não têm outra opção, a natureza é mesmo assim, agora há que recomeçar de novo. No México, os ventos ultrapassaram os 200 quilómetros hora, mas, segundo o Sistema Meteorológico Nacional, estão lentamente a baixar de intensidade.O Emily segue para o Texas, no sul dos Estados Unidos.