Última hora

Última hora

George W. Bush escolhe juiz conservador para o Supremo Tribunal

Em leitura:

George W. Bush escolhe juiz conservador para o Supremo Tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

Na primeira nomeação para o Supremo Tribunal desde que é presidente dos Estados Unidos, George W. Bush escolheu o juiz conservador John Roberts.

O anúncio foi feito na Casa Branca e Bush justificou a escolha ao referir que “as decisões do Supremo Tribunal afectam a vida de cada americano, razão pela qual uma nomeação para esta instância tem que ser de uma pessoa com grandes credenciais e uma grande integridade, que aplica a Constituição e respeita as promessas fundadoras de justiça igual sob a lei.” Republicano de longa data, John Roberts, de 50 anos, é membro do Tribunal da Relação pelo distrito de Columbia desde Junho de 2003, altura em que foi igualmente escolhido por Bush para o cargo. Grupos liberais acusam Roberts de ter tomado posição em casos envolvendo a livre expressão e a liberdade religiosa, colocando em risco estes direitos fundamentais, enquanto os grupos de activistas pró-aborto afirmam que o juiz escolhido por Bush é contra a interrupção voluntária da gravidez. John Roberts exerceu advocacia antes da nomeação para o Tribunal Federal da Relação, tendo pertencido às equipas jurídicas dos presidentes George Bush pai e Ronald Reagan. John Roberts vai substituir a juíza Sandra Day O Connor, uma conservadora moderada que tinha anunciado a sua retirada a 01 de Julho.