Última hora

Última hora

Embaixador britânico no Paquistão desmente imprensa britânica

Em leitura:

Embaixador britânico no Paquistão desmente imprensa britânica

Tamanho do texto Aa Aa

As notícias que têm surgido na imprensa britânica sobre as detenções de islamitas paquistaneses ligados aos atentados do 07 de Julho em Londres pecam por falta de precisão.

Numa conferência de imprensa em Islamabad, o embaixador britânico no Paquistão fez questão de pôr alguns pontos nos “is” sobretudo no que diz respeito às relações entre Londres e o executivo paquistanês, que alguns meios de comunicação consideram tensas. Mark Lyall Grant descartou esta tese até porque afirma que “os ataques não foram perpetrados por Estados estrangeiros, mas por britânicos.” E clarificou que “desde o 07 de Julho não houve quaisquer detenções no Paquistão relacionadas com os atentados de Londres.” Entretanto, a BBC diz que a fotografia que veio a público de Hasib Hussain, um dos autores dos ataques na capital inglesa, é de um jovem britânico de origem paquistanesa de 16 anos com o mesmo nome que esteve em Carachi, mas não tem nada a ver com os atentados. Estas informações surgem no dia do discurso à nação do presidente paquistanês, no qual Pervez Musharraf apelou à união internacional contra o terrorismo e lamentou que extremistas tenham gozado até agora de “total impunidade” no Reino Unido.