Última hora

Em leitura:

Luta anti-terrorista promove reconciliação entre França e Reino Unido


mundo

Luta anti-terrorista promove reconciliação entre França e Reino Unido

Após as divergências sobre temas europeus, a luta contra o terrorismo serve de mote à reconciliação entre França e Reino Unido. O chefe do governo francês foi hoje a Downing Street. Dominique de Villepin assegurou o homólogo Tony Blair a solidariedade dos franceses para com os britânicos após os atentados de Londres.

No encontro, os dois primeiros-ministros concordaram em reforçar a cooperação anti-terrorista, por exemplo, através da troca de informações sobre pessoas suspeitas. Dominique de Villepin disse que “sabem que há problemas que enfrentam, como amigos e europeus, mas sabem também que a saída passa por mais acção e cooperação”, a reforçar nas próximas semanas e meses. Mas no encontro não faltaram também as questões que dividem, entre elas o orçamento europeu e a extradição para França de Rachid Ramda, tido como o principal organizador dos atentados no metro de Paris há precisamente dez anos. Ramda, argelino com 35 anos, está detido no Reino Unido desde 1995, ano em que foram lançados dois mandados de captura em seu nome. Em Abril último, o governo britânico deu luz verde à extradição, mas Ramda recorreu da decisão. Tony Blair explicou hoje que “não se pode pronunciar sobre o processo judicial em curso, mas espera que ele chegue ao fim rapidamente”, pois compreende a preocupação e o desejo dos franceses de ver o dossiê encerrado.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Filipinas: Glória Arroyo prefere falar de reformas e evita a crise