Última hora

Em leitura:

Scotland Yard deteve mais nove pessoas e encontrou 16 bombas


mundo

Scotland Yard deteve mais nove pessoas e encontrou 16 bombas

A polícia britânica deteve hoje mais nove pessoas numa altura em que interroga Yassin Hassan Omar, na esquadra londrina de alta segurança de Paddington Green.

Yassin Omar, oriundo da Somália, é suspeito do atentado falhado contra a estação de metro de Warren Street. Foi detido ontem em Birmingham. Os restantes três bombistas encontram-se ainda a monte. Esta manhã a polícia efectuou mais detenções, mas a Scotland Yard garante que entre as nove pessoas capturadas a Sul de Londres não se encontram os bombistas procurados. Foi ainda divulgada a descoberta de 16 bombas de pregos, para aumentar a destruição, escondidas num carro no aeroporto de Luton, a Norte de Londres. Foi abandonado aquando da primeira série de ataques. E são dos atentados de dia 7 de Julho que surgem hoje as primeiras imagens das estações de metro atingidas. As explosões mataram 52 pesssoas. O inquérito já conduziu a Scotland Yard a diversas casas de Londres e a realizar várias detenções, sobretudo ontem. Da lista fazem parte três mulheres, interpeladas em Londres suspeitas de dar alojamento aos atacantes do dia 21. Em Birmingham, no centro de Inglaterra, para além do alegado bombista, foram capturadas outras três pessoas.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Tribunal de Angers aplica penas pesadas a acusados de pedofilia