Última hora

Última hora

Uma vitória "cor-de-rosa": Soldados russos começam a retirar da Geórgia

Em leitura:

Uma vitória "cor-de-rosa": Soldados russos começam a retirar da Geórgia

Tamanho do texto Aa Aa

Uma vitória celebrada discretamente pelo novo poder da Geórgia, agora aliado militar dos Estados Unidos da América. As tropas russas estacionadas no país há quase dois séculos, começaram hoje a retirar.

Nove camiões e dois automóveis partiram esta manhã da base de Batumi, no sudoeste da Geórgia, com destino à fronteira russa, escoltados pelas forças georgianas. Um gesto simbólico, depois da chamada “revolução das rosas” ter derrubado o regime pró-russo no país. Para trás, ficam cerca de 3 mil soldados russos, em duas bases militares que deverão ser totalmente evacuadas até 2008. Vladimir Putin segue assim à risca o plano de retirada acordado em Maio, depois de intensas negociações. As infraestruturas de Batumi vão ser reconvertidas num centro anti-terrorista russo-georgiano. Um terço dos efectivos militares russos deverá permanecer nos próximos 3 anos no país, sob condição de não intervir nos conflitos que opõem Tbilisi às regiões separatistas pró-russas da Abcásia e da Ossétia do Sul. Nestas zonas não está prevista a partida dos militares russos que integram as forças de interposição, sob mandato internacional.