Última hora

Última hora

Mais seis suspeitos de ligação aos atentados de Londres detidos pela polícia

Em leitura:

Mais seis suspeitos de ligação aos atentados de Londres detidos pela polícia

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de Londres anunciou a detenção, no Sussex, no sul de Inglaterra, de mais seis suspeitos de envolvimento nos atentados falhados de 21 de Julho.

Também hoje surgem as primeiras explicações dadas pelo terrorista confesso detido em Roma. Segundo a imprensa italiana, que publica excertos do interrogatório, a vingança pela guerra no Iraque será o móbil dos atentados. Issac Ahmdi, que a polícia londrina tinha identificado como Osman Hussain, disse que foi Mokhtar Said Ibraim, apresentado como o líder do grupo, quem o contactou num ginásio de Notting Hill. Para alem de Issac a justiça italiana confirma a detenção do seu irmão Fati sob a acusação de ter ocultado e destruído documentos relevantes para a investigação. As autoridades judiciais italianas tem agora 60 dias para decidirem sobre a extradição pedida por Londres. Entretanto, a Zâmbia informou que vai extraditar para o Reino Unido, Haroon Aswat, detido ontem e suspeito de implicação nos atentados de 7 de Julho. A polícia suspeita que há um terceira célula terrorista activa. Um saco contendo 19 passaportes falsos – entre os quais um português – e outros documentos e cartões de crédito foi encontrado perto do aeroporto de Heathrow. O governo britânico anunciou que vai reunir-se nas próximas semanas com os responsáveis religiosos e associativos da comunidade muçulmana.