Última hora

Última hora

Adesão da Turquia à União Europeia envolta em nova polémica

Em leitura:

Adesão da Turquia à União Europeia envolta em nova polémica

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro francês, Dominique de Villepin, voltou a desencadear a polémica sobre a adesão da Turquia à União Europeia.

Esta manhã, numa entrevista, o chefe do governo francês disse que a Turquia deve reconhecer Chipre antes da entrada na União Europeia, tendo aventado mesmo a hipótese de ser adiado o início das negociações, previsto para Outubro. É a reacção de Paris ao facto de a Turquia ter assinado o protocolo de alargamento do acordo de união aduaneira aos dez novos Estados membros, mas insistir em não reconhecer a República do Chipre. Também a Grécia já reagiu. O primeiro-ministro, Costas Karamanlis, adiou a visita que tinha previsto à Turquia neste mês de Agosto, como forma de pressão para que Ancara reconheça a República do Chipre antes do início da negociações de adesão. A Comissão Europeia lava as mãos de mais esta polémica, alegando que a Turquia satisfez todos os critérios de adesão, mas a decisão final compete aos Estados membros. O assunto promete colocar mais uma pedra na engrenagem do processo turco.De acordo com a agência France Press, que cita uma fonte próxima do governo de Ancara, a Turquia nunca aceitará o reconhecimento da República do Chipre como condição para o início das negociações.