Última hora

Última hora

Irão: Juiz conservador foi morto em plena rua de Teerão

Em leitura:

Irão: Juiz conservador foi morto em plena rua de Teerão

Tamanho do texto Aa Aa

Um magistrado iraniano conservador, conhecido por condenar à prisão vários reformistas, foi morto hoje em Teerão. Massud Moghadas, vice-procurador da capital iraniana, foi abatido na sua viatura quando deixava o tribunal. Segundo as autoridades, o juiz foi atingido por dois tiros. As testemunhas dizem que foram disparados de um motociclo.

Entre outros casos, o magistrado condenou, em 2001, Akbar Ganji por ter criticado altas personalidades do regime. O jornalista e escritor cumpre seis anos de prisão. Está agora hospitalizado, devido ao seu estado de saúde débil,por causa da greve de fome que mantém há mais de 50 dias. O assassinato do juiz é um dos incidentes violentos do dia em Teerão. Ao início da manhã uma bomba de fraca potência explodiu junto aos escritórios de duas empresas britânicas: as companhias aérea British Airways e a petrolífera BP. A bomba estaria escondida num caixote do lixo junto aos elevadores. Não há registo de vítimas, mas os danos são avultados.