Última hora

Última hora

Alguns colonos radicais poderão estar infiltrados em Gush Katif

Em leitura:

Alguns colonos radicais poderão estar infiltrados em Gush Katif

Tamanho do texto Aa Aa

Algumas dezenas de colonos terão conseguido chegar ao colonato de Gush Katif. Quase 20 mil polícias e soldados têm tentado evitar que os radicais anti-retirada passem para a zona militar fechada na Faixa de Gaza.

A situação repetiu-se ontem à noite com os colonos, vindos de Ofakim, a forçarem a barreira de segurança. Depois todos chegaram a um acordo e os manifestantes retiraram. Mas, durante a noite alguns voltaram para trás. Um dos líderes dos protestos disse que, “se Deus quiser, os colonos terão conseguido chegar a Gush Katif, o objectivo e a essência desta luta. Se assim for, é provável que a situação de instabilidade na região venha a agravar-se. O início da retirada dos colonatos da Faixa de Gaza está prevista para 17 de Agosto. Até lá, radicais e religiosos prometem infiltrar o maior número de manifestantes anti-retirada em Gush Katif, o maior colonato judaico da Faixa de Gaza. Os que insistem em protestar vão-se concentrando à volta daquela zona encerrada a civis, em acampamentos que duram vários dias, na esperança de evitar a saída da região.