Última hora

Última hora

Polícia em alerta redobrado quatro semanas depois dos atentados de Londres

Em leitura:

Polícia em alerta redobrado quatro semanas depois dos atentados de Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Quatro semanas passaram sobre os atentados de Londres.Ontem, a polícia britânica destacou um efectivo suplementar para garantir a segurança nas ruas e nos transportes da capital.

Seis mil agentes, em muitos casos fortemente armados, tentaram tranquilizar os cidadãos. Ontem ainda, a linha de metro de Picadilly, onde se registou o mais mortífero dos atentados de sete de Julho, voltou a ficar totalmente operacional. Apesar de alguns receios de novos ataques, os londrinos voltam à normalidade. “Temos de afastar da mente o que aconteceu no mês passado e seguir em frente. É a melhor forma”, desabafa um utente do metro londrino. Um outro cidadão afirma: “Estou triste pelo que aconteceu, mas a vida continua. Por isso, aqui estamos novamente”. A guerra de nervos contra o terror significa um gasto suplementar de meio milhão de libras por dia, só no reforço do efectivo policial. Entretanto, no âmbito da investigação aos atentados falhados de 21 de Julho, duas mulheres, detidas há mais de uma semana em Stockwell, foram formalmente acusadas de terem ocultado informações da polícia.