Última hora

Última hora

Submarino russo encalhado no fundo do Pacífico

Em leitura:

Submarino russo encalhado no fundo do Pacífico

Tamanho do texto Aa Aa

Um aparelho de exploração submarina russo com sete tripulantes a bordo encalhou no fundo do pacífico junto à península de Kamchatka no extremo oriente.

O batíscafo encontra-se a 190 metros de profundidade a cerca de uma centena de quilómetros ao largo da cidade de Petropavlovsk-kamtchatskiy. De acordo com fontes oficiais os marinheiros estão bem de saúde e possuem oxigénio para 3 dias. Mas uma fonte militar, citada pela agência de notícias France Press, referiu que o submarino tem apenas uma reserva de oxigénio para as próximas 24 horas. No entanto, será possível reabastecer o aparelho. Especialistas acreditam que o submersível ficou preso num cabo submarino ou em redes de pesca. “A situação é invulgar, mas não deve ser dramatizada. O equipamento especial submarino vai revelar a natureza do erro. Depois os métodos de resolução do problema serão discutidos. A forma de trazer o aparelho à superfície foi encontrada”, declarou o porta-voz da armada russa do Pacífico. O batíscafo militar do tipo PIZ, de 13 metros de largura e 6 de altura realizava uma operação de rotina quando ficou preso no fundo do mar. O episódio traz à memória a tragédia do submarino Kursk, que se afundou no mar de Barents no dia 12 de Agosto de 2000. Na altura 112 tripulantes morreram.