Última hora

Última hora

Península Ibérica continua em chamas

Em leitura:

Península Ibérica continua em chamas

Tamanho do texto Aa Aa

A Península Ibérica continua a sofrer as consequências da pior seca dos últimos 60 anos. Em Portugal, ao fim da tarde, mais de 1400 bombeiros estavam mobilizados no combate a dez incêndios não circunscritos em seis distritos do País: Aveiro, Castelo Branco, Figueira da Foz, Vila Real, Leiria e Porto.

Catorze distritos mantêm-se em risco “máximo” de incêndios. Os fogos já consumiram mais de 68 mil hectares desde o início do ano, deixando um rasto de destruição com tendência para piorar. Na vizinha Espanha, mantêm-se activos 30 incêndios e há a registar mais duas vidas perdidas no combate às chamas. Na Galiza, o piloto de um avião Canadair morreu quanto o aparelho se despenhou, após largar a carga de água sobre um fogo em Orense. Uma das regiões espanholas mais afectada é Castela-Leão, onde o mais violento dos incêndios se estende por 30 quilómetros e já consumiu 3100 hectares de floresta. Perto de Ávila, um bombeiro de 29 anos perdeu a vida quando lutava contra o fogo.