Última hora

Última hora

Submarino russo AS-28 resgatado das profundezas do Pacífico

Em leitura:

Submarino russo AS-28 resgatado das profundezas do Pacífico

Tamanho do texto Aa Aa

Fim de uma corrida contra o tempo para Moscovo. O submarino AS-28, bloqueado há quatro dias no fundo do Oceano Pacífico, foi resgatado das profundezas da baía de Berezovaya, no Leste da Rússia.

Segundo fontes do Estado Maior da marinha russa, os sete tripulantes encontram-se vivos. Os marinheiros arriscavam-se a morrer asfixiados nas próximas horas, dada a possibilidade de as reservas de oxigénio poderem esgotar-se esta tarde. Ao início da noite o submersível britânico telecomandado Scorpio 45 tinha iniciado o trabalho de cortar os cabos e redes que imobilizavam o AS-28 a 190 metros de profundidade. Um processo interrompido durante quinze minutos na sequência de uma avaria, antes de o submarino ser finalmente içado de emergência. Quase cinco anos depois do incidente com o Kursk, desta vez a Rússia apelou à ajuda dos Estados Unidos e Reino Unido na sexta-feira – um dia depois do incidente. É a primeira vez que o país permite que militares ocidentais se aproximem das suas instalações no extremo oriente russo consideradas altamente secretas.