Última hora

Última hora

Japão:Primeiro-ministro convoca eleições antecipadas para 11 de Setembro

Em leitura:

Japão:Primeiro-ministro convoca eleições antecipadas para 11 de Setembro

Tamanho do texto Aa Aa

A reforma falhada dos serviços postais vai levar os japoneses a votos no próximo dia 11 de Setembro.

Jogando o futuro político na privatização dos Correios, o primeiro-ministro Junichiro Koizumi decidiu dissolver o parlamento e submeter-se ao eleitorado, depois do senado ter votado contra uma das propostas basilares do executivo. O projecto, aprovado no mês passado por curta margem no Parlamento, recolheu na Câmara Alta, 125 votos contra e apenas 108 a favor. “O Parlamento entendeu que não têm de haver reformas nos Correios. Quero perguntar ao eleitorado se está contra ou a favor destas reformas, se continua a querer as reformas do Partido Libertal Democrático ou prefere a oposição anti-reformista. Por isso, dissolvi o parlamento”, justificou o líder do executivo. A braços com a rebeldia de alguns dos parlamentares do seu campo, Koizumi já anunciou que não irá incluir deputados anti-reformas nas listas eleitorais. A privatização dos Correios nipónicos, que deverão até 2017 ser cindidos em quatro empresas, é uma medida que Koizumi considera fulcral para o ressurgir da economia japonesa e o saneamento das contas públicas. Os serviços postais japoneses têm três mil milhões de dólares de activos e são considerados a maior instituição financeira do mundo.