Última hora

Última hora

Incêndio de Berlim: vítimas mortais não entenderam instruções dos bombeiros

Em leitura:

Incêndio de Berlim: vítimas mortais não entenderam instruções dos bombeiros

Tamanho do texto Aa Aa

Oito pessoas , entre as quais cinco crianças, morreram num incêndio do edifício que habitavam, em Berlim, por não terem compreendido as indicações das equipas de emergência.

No prédio viviam árabes e polacos que não terão compreendido que os bombeiros estavam a dizer-lhes, em alemão, para não irem para as escadas e manterem as portas dos apartamentos fechadas. Os residentes fizeram precisamente o contrário, devido ao pânico, e tentaram sair do edifício. O fogo terá começado num carrinho de bebé que estava no vão do prédio, à entrada, mas a polícia não acredita num móbil xenófobo. Mesmo a possibilidade da existência de crime ainda está em investigação. O comandante dos bombeiros de Berlim, explicou que as pessoas cercadas pelo fogo não percebiam nada que não fosse na sua língua por causa do pânico que viviam, e ele não havia nenhum intérprete no local. Foi uma questão de minutos: eles chegaram seis minutos depois do alerta e mesmo assim tiveram de assistir 43 pessoas, devido à inalação do fumo. O fogo demorou um quarto de hora a apagar.