Última hora

Última hora

Nagasaki: 60 anos

Em leitura:

Nagasaki: 60 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Uma sirene foi ouvida, assim como um sino de bronze. São sons que estalaram para recordar o momento exacto em que, há 60 anos, um avião norte-americano largou a bomba de plutónio que matou perto de 80 mil pessoas. Eram 11h02 da manhã, no Japão.

Tratava-se da segunda bomba atómica, que selou a derrota do Japão na Segunda Guerra Mundial, a 14 de Agosto de 1945. Hoje, cerca de seis mil pessoas, incluindo sobreviventes, reuniram-se a poucos metros do local onde a bomba caiu, para uma cerimónia. A bomba atómica foi lançada sobre Nagasaki três dias depois do avião Enola Gay ter deixado cair a primeira, em Hiroshima, matando 140 mil pessoas. O objectivo não era Nagasaki, mas sim Kokura, tapada por uma nuvem de fumo. O avião que levava a segunda bomba acabou por ter céu limpo quando sobrevoava Nagasaki, e aí lançou a carga, chamada Fat Man – Homem gordo. Cinco dias depois o general norte-americano Douglas McArthur e o ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Matsushige, acabaram com seis anos de guerra mundial. O Império do Sol nascente rendia-se.