Última hora

Última hora

Nova política de Washington para ambiente aprovada quatro anos depois

Em leitura:

Nova política de Washington para ambiente aprovada quatro anos depois

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente norte-americano deu vida a uma nova lei que vai dar um forte empurrão à indústria da energia no país. Trata-se de um pacote legislativo com quase duas mil páginas que concede perto de 12 mil milhões de euros em subsídios às companhias assim como reduções nos impostos aos que apostarem nas energias renováveis.

Mas apesar da enérgica lei, Bush adverte que os problemas do país não vão acabar de um dia para o outro. Para Bush, a lei “vai permitir à América produzir energia para consumo interno de forma mais limpa e mais rentável. Nela regula-se do carvão à energia nuclear, do petróleo ao gás natural . O objectivo é reduzir a dependência do país em fontes estrangeiras, incentivar o crescimento económico e criar mais empregos”. A lei esteve quatro anos em debate no congresso, os seus efeitos serão visíveis apenas a longo prazo. Para dar o exemplo de projectos que pretende apoiar, Bush visitou um centro de energia solar. Mas enquanto o presidente promovia a nova política energética do país, o preço do barril de petróleo voltava a atingir novos máximos, superiores a 63 dólares. Os norte-americanos são os maiores consumidores de petróleo, numa base per capita. O país é também um dos maiores poluidores. Para os mais críticos, a preocupação de Bush não é com o ambiente.