Última hora

Última hora

Irão aceita dialogar sem renunciar ao programa nuclear

Em leitura:

Irão aceita dialogar sem renunciar ao programa nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

Teerão anunciou ter uma proposta para reatar o diálogo sobre a crise causada pela retoma do seu programa nuclear, pouco depois da reunião de urgência, em Viena, da Agência Internacional de Energia Atómica.

O director da AIEA, Mohammed El Baradei, pediu ao intervenientes na crise do nuclear iraniano para evitarem o aumento da tensão, pois teme que a interrupção das negociações entre a União Europeia e o Irão acabe numa grave crise internacional. “As acções unilaterais são encaradas como pouco frutuosas neste diálogo sensível”, afirmou. Os Estados Unidos querem levar o caso ao Conselho de Segurança da ONU, paraavançar com sanções. Uma possibilidade para já afastada devido à oposição da China e da Rússia. O Irão retomou o programa nuclear, em nome de objectivos civis, que passa, num futuro próximo, pelo enriquecimento de urânio. Teme-se que esta seja uma forma do regime dos aiatolas chegar à arma nuclear. A proposta da troika Europeia como contrapartida para o Irão abandonar o programa foi rejeitada. Aos olhos do Direito Internacional, o Irão não está a cometer qualquer ilegalidade, mas a linha vermelha está a um passo.