Última hora

Última hora

Israelitas anti-retirada rezam no Muro das Lamentações

Em leitura:

Israelitas anti-retirada rezam no Muro das Lamentações

Tamanho do texto Aa Aa

Os colonos israelitas usam todos os recursos para se manifestarem contra a retirada.

A uma semana do começo da retirada da Faixa de Gaza, o apelo a todos para que rezassem no Muro das Lamentações foi acatado em massa. Dezenas de milhares de opositores ao plano de Ariel Sharon dirigiram-se ao local sagrado do judaísmo para pedir ajuda às forças divinas. A iniciativa provocou a ira de muitos palestinianos e de árabes israelitas que se dizem prontos a proteger a Esplanada das Mesquistas, que se estende para lá do Muro das Lamentações e que é também o terceiro lugar sagrado do Islão. Entretanto, polícia e soldados preparam-se para confrontos com os colonos israelitas, que recusam a evacuação planeada para começar dia 17. Os treinos militares apoiaram-se essencialmente em simulações de resistência por parte dos colonos. A formação foi feita no sector do kibutz Kerem Shalom, junto da Faixa de Gaza. Amanhã os treinos serão feitos em Gush Katif.