Última hora

Última hora

Rússia aprova amnistia fiscal

Em leitura:

Rússia aprova amnistia fiscal

Tamanho do texto Aa Aa

O governo russo aprovou as linhas mestras do projecto de amnistia fiscal, sugeridas pelo presidente Vladimir Putin. A ideia visa incitar os russos a transferir rendimentos não declarados no estrangeiro para contas bancárias russas.

O ministro das Finanças, Alexei Koudrine, diz que “vão ficar livres de sanções os cidadãos que declarem todos os rendimentos”. Os russos, em situação fiscal ilegal, terão assim a oportunidade de transferir dinheiro para contas bancárias russas, mediante uma taxa única de 13% sem qualquer penalização. Desta maneira, as autoridades poderão também identificar cidadãos que, eventualmente, tenham passado despercebidos aos fiscais das finanças, por, alegadamente, terem baixos rendimentos. De acordo com números oficiais, saíram da Rússia perto de 10 mil milhões de euros em capitais privados. A esta quantia falta juntar as transacções clandestinas, que representam uma fatia importante da actividade económica que foge ao controlo da administração.