Última hora

Última hora

Alemanha: Stoiber não pede desculpa

Em leitura:

Alemanha: Stoiber não pede desculpa

Tamanho do texto Aa Aa

A polémica invadiu a campanha eleitoral dos conservadores por causa de declarações do número dois da coligação. Edmund Stoiber recusa qualquer pedido de desculpa aos alemães e à classe política.

Num ataque aos eleitores que apoiam a esquerda radical, Stoiber terá dito “Só os bois estúpidos escolhem o seu próprio carrasco”, acrescentando que “não deixará os frustados decidir o destino do país”. Depois, quinta-feira, declarou não desejar que as eleições fossem decididas pelos alemães de Leste afirmando que não são tão inteligentes como os da Baviéra. Em sua defesa Stoiber diz que as suas declarações foram retiradas do contexto em que foram proferidas e, por isso, não tem que desculpar-se de nada. Apesar de toda a polémica a candidata da CDU/CSU à chancelaria conserva a vantagem face a Gerhard Schroder com 42% das intenções de voto. Merkel tenta minimizar os efeitos das polémicas declarações do seu aliado sobre o eleitorado e ontem participou nas celebrações do 44° aniversário do início da construção do Muro de Berlim . Do lado do SPD, Gerhard Schroder não perde a esperança de poder recuperar a distância que o separa dos seus rivais. Em Hannover, no seu primeiro comício eleitoral, Schroder acusou a dupla Stoiber-Merkel de querer dividir o país.A cerca de um mês das eleições Schroder espera realizar o feito de 2002, dado como vencido pelas sondagens mas acabando vencedor.