Última hora

Última hora

Avião acidentado na Grécia voou desgovernado durante hora e meia

Em leitura:

Avião acidentado na Grécia voou desgovernado durante hora e meia

Tamanho do texto Aa Aa

O avião cipriota que se despenhou ontem a norte de Atenas com 121 pessoas a bordo estaria já sem controlo meia-hora depois da descolagem.

Segundo os controladores aéreos gregos, os passageiros teriam tentado comandar o aparelho depois de se aperceberem da morte dos dois pilotos, enregelados pelas baixas temperaturas a bordo. Durante hora e meia o aparelho teria sido controlado unicamente pelo piloto automático. A proximidade da cidade de Atenas levou o governo a activar o plano “renegade”, destinado a lidar com aviões “fora de controlo”. Dois caças militares F-16 foram enviados para vigiar o avião. O longo calvário dos passageiros no interior do aparelho desgovernado, indignaos familiares das vítimas que no aeroporto de Atenas tentam identificar os cadáveres desfigurados pelo frio e pela violência do despenhamento. Uma falha no sistema de pressurização terá estado na origem do acidente, fazendo caír as temperaturas no avião para várias dezenas de graus abaixo de zero. Segundo os médicos legistas os passageiros terão morrido asfixiados. Os peritos gregos e cipriotas encontram-se a examinar as caixas negras recuperadas ontem ao final do dia. O avião, um Boeing 737 da companhia de baixo custo Helios Airways tinha registado no passado problemas no sistema de refrigeração, e antes da descolagem os passageiros receberam cobertores. Esta manhã no aeroporto cipriota de Larnaca, de onde tinha partido o avião acidentado, tripulação e passageiros recusaram-se a embarcar no voo da Helios com destino a Sofia, na Bulgária. A companhia recusou-se a suspender os voos previstos, contrariando a ordem do ministro dos transportes cipriota, anunciada esta manhã.