Última hora

Última hora

Iraque à espera de uma Constituição

Em leitura:

Iraque à espera de uma Constituição

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes iraquianos continuam à procura de um acordo sobre o projecto da Constituição. O texto tem de ser apresentado esta segunda-feira aos deputados da Assembleia Nacional já convocados para uma sessão extraordinária, mas a divisão reina. Conseguir consenso entre xiitas, sunitas e curdos, para que seja possível respeitar o calendário previsto para a reconstrução política do país, é um dos objectivos do presidente norte-americano. Um líder xiita denuncia a pressão vinda do exterior: “Os americanos e os britânicos têm uma ideia precisa de como deveria ser o Iraque e querem que essas ideias sejam reflectidas na Constituição”.

Os Estados Unidos defendem que a adopção de uma Constituição vai acelerar a instalação dos poderes iraquianos. Um dos assuntos que mais divide xiitas, sunitas e curdos é o federalismo. As três comunidades querem saber que nível de autonomia gozará cada região. Os curdos exigem garantias quanto à manutenção da sua autonomia, no Norte do país, enquanto a maioria xiita defende a lei islâmica e a criação de uma região autónoma no Sul do Iraque. Os sunitas, que dominavam o país no tempo de Saddam, aspiram a um governo central forte que controle o petróleo.