Última hora

Última hora

Afeganistão: Helicóptero espanhol pode ter sido abatido por talibãs

Em leitura:

Afeganistão: Helicóptero espanhol pode ter sido abatido por talibãs

Tamanho do texto Aa Aa

O despenhamento do helicóptero de transporte militar, que matou 17 soldados espanhóis, no Afeganistão, pode ter sido provocado por um ataque dos talibãs. Não há confirmação, mas a hipótese não foi descartada pelas autoridades espanholas.

Em conferência de imprensa, o ministro da Defesa, José Bono, afirmou que “a queda do aparelho numa zona de deserto plana faz com que a hipótese do ataque não seja excluída”. Logo que foi conhecida a notícia do acidente, o primeiro-ministro José Luis Rodrigues Zapatero interrompeu as férias e fez uma declaração país, onde apresentou as condolências às famílias das vítimas e fez o elogio dos soldados que se bateram pelos valores que a Espanha defende. O ministro da Defesa partiu para o Afeganistão para coordenar o processo de identificação dos soldados mortos. A Espanha não quer ver repetido o escândalo que sucedeu à morte de 62 soldados que morreram num acidente aéreo em 2003, quando eram repatriados do Afeganistão. Os militares mortos faziam parte de um contingente de 850 espanhóis que se encontram estacionados na base de Herat. A região é considerada a mais pacífica do Afeganistão, onde, segundo fontes oficiais, não há registo nem de talibãs nem de membros operacionais da rede al-qaida.