Última hora

Última hora

Colonos entrincheirados em sinagoga à espera de milagre

Em leitura:

Colonos entrincheirados em sinagoga à espera de milagre

Tamanho do texto Aa Aa

Chegada a hora, os militares e polícias israelitas invadiram a sinagoga do colonato de Neve Dekalim e iniciaram a retirada à força dos milhares de resistentes. São colonos e activistas ultranacionalistas que se recusam a abandonar as instalações, recusam deixar as terras aos palestinianos.

Muitos dos militares e polícias que executam as ordens de evacuação fazem-no com um sabor amargo. É um momento difícil, são israelitas contra israelitas. De qualquer forma, a retirada forçada tem decorrido de forma pacífica, com a resistência a ser feita mais num plano moral. Os colonos cantam e rezam, imunes aos apelos dos militares para saírem da sinagoga de livre vontade. Houve alguns casos de desfalecimento. O exército pretende ter o local evacuado até ao final do dia. Autocarros vazios estão estacionados à porta da sinagoga, à espera dos colonos e activistas. Neve Dekalim tornou-se no bastião da resistência, era também o colonato mais populoso da Faixa de Gaza.