Última hora

Última hora

Holanda previne-se contra gripe das aves

Em leitura:

Holanda previne-se contra gripe das aves

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades holandesas vão proibir a partir de segunda-feira a criação de aves a céu aberto.

A medida visa impedir o contacto entre a criação e espécies migratórias eventualmente contaminadas com a gripe das aves, pelo que os criadores terão de construir cercas e manter as aves em ambientes fechados. A Organização Mundial de Saúde está preocupada com o alastramento à Europa da epizootia, mas rejeita alarmismos, uma vez que não há registo de contaminação humana da doença. A Alemanha prepara-se também para tomar medidas de emergência, no máximo até ao dia 15 de Setembro, caso a doença chegue ao Oeste dos Urais. A ministra da Agricultura Renate Kuenast disse que “o projecto de manter a criação encerrada ou onde isso não for possível tomar medidas alternativas deverá entrar em vigor depois de conversações com as autoridades federais e com os peritos veterinários. Mas a lei está concluída e, se for assinada hoje, será efectiva a partir de amanhã.” Os peritos veterinários da Comissão Europeia vão na próxima semana analisar a evolução do problema, mas Bruxelas já impôs um embargo à importação de aves da Rússia e do Cazaquistão. Da região da Sibéria e da antiga república soviética, a epizootia já alastrou até aos Urais, no território europeu da Rússia, levando ao sacrifício de milhares de aves de criação. A estirpe identificada é a H5N1, transmissível ao Homem, que, desde 2003, matou dezenas de pessoas no Sudeste Asiático.