Última hora

Em leitura:

Bento XVI vai encontrar-se com comunidade muçulmana na Alemanha


mundo

Bento XVI vai encontrar-se com comunidade muçulmana na Alemanha

O Papa Bento XVI reservou a manhã de sábado para encontros com dirigentes políticos. Primeiro foi a vez do chanceler Gerhard Schroeder e da mulher serem recebidos pelo Santo Padre. Depois Bento XVI esteve com Angela Merkel, a candidata rival às eleições antecipadas de 18 de Setembro, e o marido.Pelé também não perdeu a oportunidade de conhecer o novo Papa, nesta primeira deslocação ao estrangeiro. Mas enquanto uns veneram o Sumo Pontífice, outros revoltam-se com a presença do Papa. Manifestantes em Colónia serviram-se um pouco de tudo para mostrarem o desacordo face a algumas posições da igreja católica, nomeadamente no que diz respeito ao planeamento familiar e ao uso dos preservativos.

Uma manifestação contra o conservadorismo da Igreja mas também contra algumas características deste Sumo Pontífice. Apesar da expectiva ser grande para a visita de Bento XVI a uma mesquita que pretende assinalar a vontade de aproximação entre povos, culturas e religiões, muitos não esquecem das palavras de Joseph Ratzinger antes de ser eleito Papa. A propósito da entrada da Turquia na União Europeia, Ratzinger disse que o país deveria tentar apoximar-se de outros com raízes muçulmanas, em vez de querer juntar-se a um grupo de Estados com raízes cristãs. Vivem na Alemanha mais de 3 milhões de muçulmanos, perto de dois milhões são de origem turca.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Milhares de pessoas apresentam queixa contra a Merck