Última hora

Última hora

Espanha de luto pelos militares mortos no Afeganistão

Em leitura:

Espanha de luto pelos militares mortos no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Sob um véu de tristeza a Espanha realizou o funeral de Estado dos dezassete militares mortos na queda de um helicóptero, no Afeganistão, na passada terça-feira. Os corpos chegaram na manhã de sábado ao quartel-general do exército, no centro de Madrid, onde decorreu a cerimónia, na presença da família real assim como de quase todos os membros do governo. No local foram instaladas ambulâncias e uma célula de apoio psicológico para os familiares das vítimas. Cerca de mil pessoas assisitiram a esta cerimónia onde não faltaram os representantes dos principais partidos políticos espanhóis. Antes do início da missa de corpo presente os membros da família real transmitiram as condolências às famílias enlutadadas a que se seguiram depois as exéquias e a atribuição da Cruz de Mérito Militar a título póstumo.

Um inquérito está em curso para apurar se a tragédia se deve a um acidente ou a um ataque. O helicóptero “Cougar”, em que seguiam os 17 militares, despenhou-se na zona de Herat no Sul do país. A Espanha, país aliado dos Estados Unidos no combate ao terrorismo, tem no Afeganistão um contingente de 850 militares que integra a força internacional de Assistência e Segurança. Este é o segundo acidente aéreo de que são vítimas os militares espanhóis no âmbito desta missão. Em 2003, 62 soldados morreram quando o avião que os transportava para voltarem a casa se despenhou na Turquia.