Última hora

Última hora

Farmacêutica Merck condenada por morte de paciente que tomava Vioxx

Em leitura:

Farmacêutica Merck condenada por morte de paciente que tomava Vioxx

Tamanho do texto Aa Aa

Está aberto o precedente judicial que poderá custar biliões de dólares ao gigante farmacêutico Merck. O tribunal de Houston, no Texas, condenou o grupo a pagar uma indemnização de 253 milhões de dólares, cerca de 208 milhões de euros, à viúva de um paciente falecido, em 2001, com complicações depois de ter tomado Vioxx. A farmacêutica enfrenta outras cerca de quatro mil queixas.

Segundo Carol Ernst, a queixosa, este é um aviso às companhias farmacêuticas mas também aos pacientes, que têm o direito de saber quais os riscos que correm quando tomam um medicamento. A decisão provocou a ligeira queda das acções da Merck, que já anunciou que vai recorrer da setença. A Merck retirou o Vioxx, um anti-inflamatório contra a artrite, do mercado mundial em Setembro do ano passado. O medicamento era responsável por 10% das receitas anuais do grupo, mas os estudos revelaram que a ingestão prolongada estava ligada a complicações cardíacas.